sabor.amor

 
 
 
 
Talvez a vida
tenha me premiado com essa espécie
de vinho agre
esse inconfundível sabor: decepção
 

Comentários

  1. Triste sabor o da decepção! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica: obrigada por sua presença e por suas palavras sempre carinhosas por aqui.beijos com carinho

      Excluir
  2. Sabor, amor,
    que não seja amargo
    recebe uma flor
    das mãos do Eduardo!

    Que não seja decepção,
    mas, sim, do teu agrado
    no peito junto ao coração
    coloca a flor desse lado!

    Inconfundível sabor,
    da zona do Cartaxo
    o belo tinto carrascão
    bebido com moderação
    para não nos deitar abaixo
    porque vida tem mais valor!

    Boa noite e bons Lia Noronha, um beijo,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  3. Corrijo: Boa noite e bons sonhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre sensível e inspirado querido amigo Edu...uma noite bela pra ti.
      abraçosss

      Excluir
  4. Em poucas linhas, minha poeta, desnudas uma dor latente, concreta em mim, a grande decepção, um presente amargo que a vida me coloca garganta abaixo. Tristes palavras, mas dor se torna mais fraca quando a atacamos, e´o que faço, para sobreviver a decepção que se torna a cada dia, minha vida.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  5. Lindo mas triste!

    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Às vezes uma decepção abre um caminho novo e lindo que jamais imaginamos! Que o passado passe logo e que o novo se abra com todas as possibilidades!
    Bjs

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum