Questões quarentenadas ...ainda.

Razões não encontro para esse perturbador desprezo.




Quantas horas somam-se aos dias em que descartei a liberdade?



Passo a passo encontro-me mais perto do que nem sei.


Suas memórias virarão histórias narradas por alguém?


Do quarto para a sala e depois habito a cozinha : onde tempero meus dias.


Quais desculpas serão desculpáveis nessas horas silenciosas?

Comentários

  1. Visitando gostei muito do seu blogue

    O confinamento tem sido muito difícil para todo o mundo. As pessoas, na sua generalidade - nem sabiam, ou não davam valor, - da liberdade que tinham.
    Deu, pelo menos, para que os pais - incluindo o casal - se conhecesse melhor, e conhecessem melhor os seus filhos. Cansativo? Sim. Será que se tem aprendido alguma coisa? Iremos ver

    Voltarei sempre que houverem publicações novas
    .
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  2. Ora aqui está uma questão. Quando é que isto termina?? :(
    Amei!
    -
    Escutas-me com a doçura dos meus lábios

    Beijos e um excelente fim de semana...

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito, Lia! Gostei, especialmente, da frase: "... encontro-me mais perto do que nem sei.". Em verdade, é assim que estamos todos. meu abraço, amiga; boa semana!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum