Entre o amor e o desamor





Foi bem aqui
 entre a agonia do ter
e a ânsia de nunca perder
Restaram olhos lacrimejantes
e a boca sedenta do gosto do amor eterno

Comentários

  1. Uma descrição dolorida de saudade...me vejo ali, bem ali, no ponto final, no fim do sonho, no acordar, meu abrir de olhos...para sempre o desejo morto e um amor eterno. Querida Lia, fico navegando em teu blog e admirando e saciando minha fome por poesia com a intensidade dos pequenos poemas, aparência pequena, mas que nunca deixam de causar um estranhamento bom, uma intensidade de sentimentos...entrelinhas repletas de histórias, sentimentos, muito sentimento. É um imenso prazer sempre, poder compartilhar de teus escritos.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Lindos versos.
    O gosto é amargo ou doce?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No 6º mês do calendário hebraico segundo Lucas 01:26, o anjo Gabriel foi enviado à Nazare para dar um dos maiores acontecimentos na História da Redenção do gênero Humano:
      Não existe nenhum texto sagrado capaz de informar qual era o momento do dia... Mas a Tradição Cristã assegura que era aquele momento em que há um perfeito equilíbrio entre as trevas noturnas e a luz própria do período diurno... Logo podemos concluir que o PROJETO DA TRANSFORMAÇÃO dos humanos em seres divinos, se bem entendemos as cifras de Isaías 07:14 e 15, teve a sua "pedra fundamental" assentada na mais bela hora do dia!
      A visão que os espíritos masculinos têm de DEUS, é aquela de ser o Altíssimo a personificação do AMOR.
      A visão que as mulheres têm do mesmo ser...É o é a de o Criador ser a Personificação do que há de MAIS BELO E MAIS SUBLIME.
      Os artistas, independendo do gênero a que pertencem vem no Filho de Deus, um misto de:
      Mistério e Luz... De doce e amargo... De trigo e joio... De quadrados brancos cercados de quadrados pretos... De sons graves copulando harmonias com sons agudos. Do amor feito de sofrimento e contentamento.

      Excluir
  4. Entre o amor e o desamor,
    haverá espaço para a desafeição
    há perfume nas pétalas de uma flor
    falso amor deixa mágoas no coração!

    Desejo para você Lia Noronha,
    uma boa noite, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. Eduardo que bom ter vc aqui nessa noite de verão!! Abraço e beijo bem carinhoso

    ResponderExcluir
  6. Lindo!... Muito bonito mesmo; adorei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Mais palavras para quê? Simplesmente...DIVINO

    .
    Deixo cumprimentos
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum