Diagnóstico








poucos se firmam
muitos se perdem
o mar anda frívolo
e a vida muito breve

Comentários

  1. Nascemos para amar!
    abraçamos a felicidade
    desmaiam as ondas do mar
    na areia em liberdade...

    Quem não se atreve,
    tem medo de arriscar
    quem não sabe nadar
    não faça o que não deve.

    Não me afirmo,
    para não me perder
    neste mundo acredito
    aqui feliz quero viver.

    Tenha Lia Noronha. uma boa tarde, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e instigante.
    Um abraço e fica com Deus Lia querida.

    ResponderExcluir
  3. E a vida acabará de uma forma ou de outra por ser sempre muito breve para todos.
    xx

    ResponderExcluir
  4. Querido Eduardo que bom ver por aqui..minha poesia crescer ainda mias com a sua...e assim nos melhoramos um pouco mais!!!
    abraços meus;

    ResponderExcluir
  5. Laura : que bom ver você por aqui..florzinha artista.
    Beijinhos bem carinhosos

    ResponderExcluir
  6. Maria Teresa: feliz por vê-la no meu espaço.
    Tudo de melhor para ti.
    Um abraço querida e volte sempre,

    ResponderExcluir
  7. A vida é mesmo muito breve, Lia. Não devemos deixar de viver cada segundo. Não podemos perder uma inspiração. Não é conveniente deixar de ver acontecer, por medo de morrer. Beijão poetisa linda.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum