Já lhe dei flores






Já lhe dei flores
e o convidei para um jardim
que nem ao menos merecias pisar

Comentários

  1. Acontece mais vezes do que seria expectável.
    xx

    ResponderExcluir
  2. Laura querida...é a mais pura verdade..o que dissestes!! abraços carinhosos a ti.

    ResponderExcluir
  3. Quando se semeiam flores, alguma se há-de propagar...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  4. Pura verdade querido Ac..que bom ter vc por aqui.abraçosss

    ResponderExcluir
  5. Querida Lia, estranho quando se busca uma coisa e se encontra, na verdade não sei se procurava, mas estas poéticas palavras disseram que fiz muito isso em minha vida, pena que só pisotearam meu jardim, mas nada como o tempo e as estações, para que as flores pisoteadas renasçam. Obrigado, precisava disso hoje.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  6. Jair; temos mesmo que tomar fôlego...muitas das vezes as forças ficam escassas..obrigada pela visita ao meu canto poético.abraços meus.

    ResponderExcluir
  7. Como é difícil convidar para o nosso jardim. De tanto receber recusas, perde-se o estímulo do convite. Lindo querida.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum