pedaços


Telhado de vidro não quebra em tantos pedaços assim Foram muitas tempestades até que o sol brilhasse intenso. E na maciez do lençol matinal mistura-se a aspereza da despedida

Comentários

  1. Que se danem os telhados de vidro que só não tem quem é santo, as tempestades ocorrerão uma vez ou outra, mas o sol acabará sempre por brilhar mesmo depois de uma despedida que não se desejava.
    xx

    ResponderExcluir
  2. Esperemos sempre por ela...de braços e corações abertos..querida Laura...esperemos!! bjinss

    ResponderExcluir
  3. Oi Lia,
    Telhados de vidros nós podemos trocá-lo por cerâmica e o risco de espatifar fica bem menor, troca-se algumas telhas apenas.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  4. Dorli: mas viver sem riscos tbém.é muito sem graça...a vida é feita de desafios...bjins florzinha querida de bom fim de semana .

    ResponderExcluir
  5. Lia,
    Convivendo com a nossa imperfeição, há sempre um pulsar diferente do outro lado, por mais que os lençóis sejam macios. Os telhados de vidro serão sempre a nossa intenção.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  6. AC; obrigada por sua sempre maravilhosas...palavras e presença!!bjinss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum