poeta







Sou poeta que vivo a flor da pele
por isso deixo minha alma
arranhada quando lido com pessoas grosseiras.


Esfrega na pele a dureza 
do mal querer
Desfaz a fantasia da festa e
desvenda a louca vontade
contida nos versos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

mesa posta

viagem incomum